quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Um amor puro

Tô me aproximando de tudo que me faz completo, me faz feliz e que me quer bem. (Caio Fernando Abreu) 

Que me perdoem aqueles que simplesmente não vão entender este post porque nunca viveram este amor...

Não importa o humor que eu tenha, não importa se o trabalho foi uma bomba, se o dia não foi bem, ou se meu marido disse algo insuportável de se ouvir... o amor puro sempre vem, e sempre me faz bem. Não importa se estou lotada de TPM, o amor puro não se farta de mim. E ainda que eu não lhe dê atenção por alguma coisa tão importante que eu não posso deixar de fazer, para o amor puro sou eu o centro da vida e ele espera por mim aos meus pés. 



Este post é para agradecer ao amor puro que entrou na nossa vida, já tão linda e tão plena, a nossa Ziggy. Ela fez 6 meses estes dias e 4 meses conosco, enchendo a nossa casa de amor.

Acho que quem nunca teve um bichinho em casa, não é capaz de entender o quanto eles despertam em nós o que há de melhor, o quanto deixam a casa mais leve e mais em paz e o quanto nos conquistam com a sua disponibilidade infinita, seu amor incondicional e seu humor feliz.

“Todo o homem é culpado do bem que não fez.” ( Voltaire)

Posto isso também esperando mais uma vez que as pessoas que lerem isso tenham sua mente aberta e seu coração tocado, para ao menos não fazerem mal a um bicho, para não abandonarem, não maltratarem. Nenhum bichinho é ruim, se você tem algum que se tornou violento, isso é apenas o resultado de suas próprias ações com ele. Por favor, se não tem condições de criar um animal, não pegue um. Um animal é uma criança durante toda a existência dele, e te adora tanto que é um pecado qualquer maltrato. E você, quando vir um animal abandonado, em vias de ter o pior destino, mesmo que não possa cuidar, tente pegar, cuidar do que for urgente e arrumar um dono novo pra ele. Penso qual teria sido o destino da Ziggy, que tinha o tamanho de um rato, toda suja dentro de uma caixa na esquina de uma avenida super movimentada. Teria sido um fim muito triste para um animal com tanto potencial de amor e de fazer o bem.

Não havíamos marcado hora, não havíamos marcado lugar. E, na infinita possibilidade de lugares, na infinita possibilidade de tempos, nossos tempos e nossos lugares coincidiram. E deu-se o encontro. (Rubem Alves)

Eu agradeço muito por ter cruzado o caminho da Ziggy naquele sábado cansado da maratona de provas. Agradeço por tudo de bom que ela trouxe à minha vida, ao meu lar. 


Acho fantástica a maneira como ela mudou também o pensamento do meu marido quanto a ter animais em casa, como ele ama e cuida dela também, e como ela o fez se permitir viver esta experiência, esta troca fabulosa que há entre um cão e seus donos. Então, parabéns à minha Ziggy por fazer meio ano de vida, e obrigada a ela por toda a vida que trouxe a mais para nós. Ela trouxe ainda mais amor e afeto à nossa casa, e tenho certeza que o dia que tivermos um filho, ela também o ensinará a amar. Pois é isso que os animais fazem por nós, nos mostram o que é o amor PURO.


Quantas pessoas fazem você se sentir extraordinário? (Marley e Eu )

Termino o post com a música preferida da Ziggy - Amor puro do Djavan ;)


É isso.

14 comentários:

Sandro Ataliba disse...

Que post lindo, amor, e que homenagem merecida. Realmente nossa Ziggy é um tesouro sem preço, e fez nossa já tão gostosa vida ficar ainda melhor!
Amo as duas!

Carla Fernanda disse...

Que belíssimo post!!
Três lindos!!!!
E quanto à minha poesia:
Obrigada Thaís!
Você e o Sandro podem...
Beijos!

Carla Fernanda disse...

Tava com saudades!!
:D

Thay Negrão disse...

Oh que lindo post!!!
Todo mundo deveria ter um animal de estimação, um anjo de quatro patas....rs!!Eles sempre nos recebem com alegria, independente do nosso humor...!

Beijão!!!

Gisley Scott disse...

Ai meu deu vontade de adotar um,mas quero poder morar numa casa primeiro antes de dar esse passo.Não quero bicho preso em apartamento, sem ter espaço pra correr e brincar.

Lembrei dos pets que tive na vida e qto eles marcaram as minha vida de maneira singular.

Bjos

Antônio Henrique disse...

Olá, tava olhando uns postsna lista de
amigos e encontrei o seu blog.
Mt legal por sinal, layout bacana e bons textos.

Realmente uma página boa pra leitura.

Já virei seu seguidor.

convido você pra dá uma passadinha lá no:

http://umguiadecomoviverbem.blogspot.com/

Luz nos seus caminhos.

(...)

carolbardi@hotmail.com disse...

Que post legal. Que homenagem sincera. Eu entendo do amor que fala... é uma delícia! :) Beijos e até a próxima querida

Thiago Navega disse...

Por essas e outras é difícil imaginar a vida sem a companhia de nenhum bichinho hoje em dia, depois de passar a vida toda tendo cachorrinho, gatinho, calopsita, coelho.... hehehe

Paula Li disse...

Oi Taís, parabéns a Ziggy duas vezes, por fazer aniversário e por esta capacidade de despertar o amor.
Eu sou categórica em não querer animais, mas ler um relato assim tão lindo, despertou algo em mim rsrsr.
A Flavinha também tem feitos elogiosos rasgados a seus gatinhos e as benções que foram em sua vida.
Quem sabe um dia não chegue a minha hora?
Bjs

Camila Monteiro disse...

ÓOOO que coisa fofaaaa, sei bem o que v tá dizendo, tenho isso em casa tb, com um monstrao enorme que parece um bebe pedindo carinho. É muito bom ter animal em casa né?!
Bjos

Jana. disse...

que lindo. emocionei!

Rê Lopes disse...

Siiiiiiiiim! Apesar dela sempre roubar a minha meia, eu tb amo mto! rsrsrs

Os animais têm sentimentos mais puros do que dos humanos, pois amam sem realmente esperar nada em troca.
Ame os bichinhos! =)

Rê Lopes disse...

Siiiiiiiiim! Apesar dela sempre roubar a minha meia, eu tb amo mto! rsrsrs

Os animais têm sentimentos mais puros do que dos humanos, pois amam sem realmente esperar nada em troca.
Ame os bichinhos! =)

Flávia Shiroma disse...

Tatá,

Talvez eu não conseguisse entender todo o amor que você tentou transmitir neste post se eu não tivesse os meus gatinhos, o Robinho e a Celeste.

Quando não se passa pela experiência de ter um bichinho em casa, fica praticamente impossível sentir e compreender 100% tudo o que escreveu aqui.

Antes de ter os gatinhos, eu abominava a idéia de ter gatos. Sempre pensei que eram animais arrogantes, egoístas, que soltavam pêlos e interesseiros.

Até que pela ironia do destino (e um belíssimo presente de Deus), os nossos destinos se cruzaram assim como na frase maravilhosa do Rubem Alves.

Achei bacana você tentar alertar as pessoas sobre possíveis maus tratos aos animais de um modo geral. Infelizmente ainda tem muita gente que fere esses bichinhos super indefesos.

A Ziggy é muito especial, não só por ser linda e provocar na gente aquela irresistível vontade de apertá-la, mas pelo amor que ela levou à casa de vocês dois.

Como ela cresceu!!!

Parabéns Ziggy pelos 6 meses de vida! Você é uma cachorrinha de muita sorte viu? Viver com a Tatá e com o marido dela deve ser maravilhoso!

Achei o máximo a Ziggy ter uma música preferida! kkk

Um beijo querida!
:)