segunda-feira, 30 de maio de 2011

Porque seguir em frente é preciso...

Eu conheci uma história de contos de fadas.
Pessoas que se encontram, mas moram em lugares distantes. Se apaixonam, se amam, se esperam. Lutam para vencer toda a burocracia e também a distância. E também a saudade. E vencem.

Então acontece uma tragédia que torna a saudade interminável, certamente para quem fica, e eu acredito que também para quem vai. Pensei o que poderia falar para a princesa deste conto de fadas... que argumento eu poderia usar para dizer que o Universo na verdade conspira a seu favor? Que tipo de remédio eu poderia lhe oferecer para uma dor que a acompanha há meses, sobre a qual eu não tinha conhecimento? Eu não sei. Continuo não sabendo, continuo não tendo nada a oferecer que possa justificar, apaziguar, confortar. 

O que posso dizer é só que realmente tem coisas na vida que acontecem e simplesmente não têm explicação, que são injustas, que são ridículas. Mas, por outro lado, tem coisas na vida que acontecem e são tão lindas, tão inspiradoras, que valem a pena qualquer sofrimento que tenhamos que passar no resto do tempo. E acho que é isso, a vida nem sempre é justa, mas ainda assim vale a pena. 

Ao ver as fotos da princesa no dia do seu casamento, o sorriso no seu olhar muito mais do que no rosto, eu soube que ela viveu momentos sublimes na vida. Sei também que ao perder a pessoa que tanto lhe fazia feliz ela esbravejou contra Deus, contra o Universo ou contra qualquer crença que possa ter, mesmo que não religiosa. Sei que questionou se a vida ainda valeria mesmo a pena. 

E esta é a única palavra que eu posso oferecer à minha amiga princesa, dizer que a vida vale sim a pena. Que vários dias ela ainda vai chorar de saudade e sentir pena de si mesma, ou raiva, ou nada. Mas alguns dias ela vai levantar e viver um dia lindo, conhecer pessoas espetaculares e viver outros tipos de momentos sublimes. E é só isso que eu posso prometer, que talvez até aconteça um amor para fazer seus olhos sorrirem de novo, que talvez tenha filhos, que terá mil amigos e que milhares de todos os seus outros dias na Terra serão felizes de novo. E algumas centenas serão tristes de novo... no final das contas, o saldo é positivo.

Quanto à Lei de Causa e Efeito, eu só posso crer que a vida vai além deste corpo e que a nós basta trilhar o caminho que vai surgindo à nossa frente e esperar que toda justiça seja feita sim.

Ceci, a vida ainda pode ser boa, apesar de tudo. A saudade não passa, mas a tristeza sim. A gente só não pode parar o vídeo e ficar esperando o replay. Um dia de cada vez, um passo de cada vez, uma conquista de cada vez. 

Este post é para a princesa Ceci, uma grande mulher que eu conheço.





É isso.

21 comentários:

Sandro Ataliba disse...

Poucas pessoas podem falar disso com tanta propriedade quanto você, baby. Seu texto foi belo, embora triste, sábio, embora despretensioso, reconfortante, embora realista. E, vivendo ao seu lado todos os dias, eu posso assinar embaixo suas palavras.
♥x!

Salamandha disse...

Maravilhoso texto, filha! Concordo plenamente com o Sandro: reconfortante e realista!

Independente da perda, a presença de Deus deve estar em nossos corações. Ela modifica nossa forma de viver!

Amei a música também.
...Quando o sol perder a luz...
Você sabe da importância desta luz em nossa vida... amo e preciso desta energia sempre!!!

Bjsss,
Mamis

Carla Fernanda disse...

indo texto Thaís!
Gosto da sabedoria que vc coloca em suas frases, que para mim,fica claro serem de fato ricas esperiências vividas superadas, que vc carrega e sempre traduz em palavras positivas de profundo significado existencial.
obrigada querida vc é 10 e ao lado de Sandro 20.
E a ceci tem sorte de tê-la como amiga. Eu também!
Beijinhos,
carla

Sarah Moraes. disse...

Lindo, Thaís! :')
Além do apoio que você deu, fez isso com belas palavras e conselhos!
Você escreve muito bem e dessa vez se superou.
Como já disse em comentários anteriores, saudades de você. Mas as férias da faculdade estão chegando e deve dar pra conversar os com mais calma.
Beijão

Long Haired Lady disse...

a dor da perda, da saudade, da falta…
…e um dia passa.

este é o mistério.

Jão disse...

Sim a vida ainda pode ser boa. Não entendemos agora o porque dos acontecimentos, mais quando chegar nossa hora e realmente conhecermos a verdade tudo vai se encaixar. Os laços de amor nunca se desfazem, em breve estarão juntos novamente.

Lindo seu texto

Beijos

.:*Aline*:. disse...

Na maioria das vezes não conseguimos entender o porquê de certas coisas. E aí o sentimento de revolta toma conta da gente por completo. É difícil aceitar, mas uma coisa vc está certa: a saudade fica, mas a trsiteza passa.
É preciso viver cada dia, cada emoção, cada perda e cada vitória.
Que tudo fique bem para a sua amiga.
Um abraço!!!

asombradomar disse...

Que lindo Thais.... Muito belo da sua parte usar teu tempo e espaço para acalmar um coração que precisa de conforto.
Foi um tanto triste, mas coberto de razão.


Um beijoooo

Gisley Scott disse...

Esse texto foi um alerta para mim para que eu aprenda a valorizar o que tenho ao meu lado todos os dias, e deixar as coisas bobas passarem batido.

Obg :)!

Que amiga vc é, Thaís :)!

Gisley Scott disse...

Esse texto foi um alerta para mim para que eu aprenda a valorizar o que tenho ao meu lado todos os dias, e deixar as coisas bobas passarem batido.

Obg :)!

Que amiga vc é, Thaís :)!

Paula Li disse...

Oi Taís, o título já disse tudo: seguir em frente é preciso. Pode demorar meses ou anos, mas é preciso voltar a viver e se abrir para a vida.
Beijos a você e a Ceci.

Thay Negrão disse...

A vida é um mistério. E graças a Deus existem pessoas como você, que sabe como confortar as pessoas através das palavras. Lindo texto...e a música de Djavan é emocionante.

Beijos

нєllєи Cαяoliиє disse...

Ahh,
a vida é o maior mistério do mundo,onde ninguém conseguiu decifrá-la em nenhum aspecto!
Lindas palavras,bem tocante :)
Um beijo,Thá!

Carla Fernanda disse...

Linda música! Adoro Djavan!!
Beijos,
Carla

Fernand's disse...

putz... fiquei com um nó na garganta.

a perda tem dentes ávidos e vorazes que nso comem os órgãos e quase toda vontade de seguir em frente. mas sempre há algo maior que nos encoraja.


um gde bj meu.

Samantha disse...

Oii, Thaís...ainda não tinha lido teu blog!!
Que lindo texto...e lendo eu pensava! Com certeza deve ser muito difícil perder quem se ama, mas muitas pessoas passam a vida toda procurando um amor verdadeiro e não encontram...tua amiga viveu isso e certamente tem lembranças maravilhosas, que a maioria das pessoas jamais terá...Nada é por acaso e certamente ela um dia ela vai digerir melhor tudo isso e acreditar nessa vida que vale a pena, da qual você fala..
Beijos!!

Camila Monteiro disse...

A vida as vezes nos da tudo, nos faz viver plenamente e sublime dentro de sentimentos tão bons que mal podemos parar de flutuar, ai como um castigo nos toma algo tão precioso e nos deixa lá, sem mais explicações.
Algumas feridas se fecham outra não, sanguam pra sempre mas no fim aprendemos a conviver com tudo, até com a dor e ai pareceque nem doi tanto.
Essa saudade dessa princesa é triste mas é algo inevitavel. Vai amenizar um dia e ela voltará a sorrir com certeza. Serão outros sorrios, mas serão!
Lindo esse post, quase chorei.

sawuelbruno™ disse...

gostei muito desse texto bem interessante,

voce esta de Parabens pelo Blog :)
Att,
@sawuelbruno

sawuelbruno.blogspot.com/

Alicia disse...

Ai, que dor.

Dayse Sene disse...

Um carinho, um abraço, palavras de conforto...tudo isso causa emoção a quem recebe. E sei que com esse seu jeitinho menina de ser, porém de palavras profundas, muito emocionou a sua amiga.
Parabéns pelo texto.
Uma bela noite.
Um grande abraço.

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Às vezes estamos tão tristes que nenhuma palavra amiga faz efeito. Por isso entendo quando você diz que nessas horas não há muito o que dizer ou fazer. Qualquer tentativa de amenizar as coisas torna-se batida e previsível. A pessoa que sofre nos ouve, mas não escuta, está blindada ao seu sofrimento e tristes recordações. Mas, como amigas temos a obrigação de dizer algumas coisas, mesmo sabendo que só o tempo trará a paz que a princesa precisa.
Parabéns Tatá por ser uma amiga tão dedicada!
Um beijo grande.