terça-feira, 15 de março de 2011

Tudo é tão relativo

Estou bastante cansada estes dias. 1 semana sem postar, sem visitar os blogs amigos, sem retribuir as visitas novas... não pude nem conhecer os blogs. Me desculpem!

Sim, esta está sendo uma semana difícil pra mim. Uma pessoa que está me devendo não me paga, não por maldade, mas acontece que dependo disso para muitas das minhas contas também. E já consegui segurar 1 mês assim, mas, com o segundo que está prestes a acontecer, não vou conseguir. Para uma pessoa que paga as coisas extremamente em dia como eu, realmente é de tirar o sono. O trabalho me consumindo horas e mais horas, inclusive do meu final de semana, para, como todos sabem por aqui, fazer algo que já não me deixa feliz. Não estou dando conta das duas faculdades com 100% das matérias nas duas. Já aprendi que semestre que vem vou reduzir uma delas a apenas 2 disciplinas por semestre e me dedicar mais à outra, mas neste semestre tenho que continuar me virando. Semana de provas, véspera de viagem, para mais 3 semanas de provas seguidas depois. É matéria para caramba (polite). Quando termina a de uma faculdade começa a maratona da outra. Sem tempo pro marido, para ver séries, para cuidar da minha casa do jeito que eu gosto. E pior, sem poder mandar algumas pessoas à merda, porque ainda não saiu meu sonho dourado. E, somado a tudo isso, esta semana a TPM com força total turbo.

Mas, embora não pareça, não estou reclamando. Fico tensa, fico nervosa, fico emotiva. Mas não estou reclamando. Penso que há poucos meses não tinha arrumado emprego e isso sim estava começando a ser uma grande preocupação na cidade nova, e agradeço por ter este. Penso que todo sacrifício que estou fazendo valerá a pena no futuro por cada minuto a mais que terei o resto da minha vida com meu marido e nosso filho (um dia quando tivermos 1... rs). E terá sido fruto do meu esforço para mudar de área. E aí, estas coisas que incomodam tanto, de repente voltam a ser pequenas. Pelo menos até um novo surto de TPM. hahahahaha

Aí, quando vejo uma postagem como a da Flavinha sobre o que está acontecendo lá no Japão, a visão de quem está lá, fico pensando que realmente não posso reclamar da vida. Porque, se aquele povo pode se reconstruir e se refazer tantas vezes, por que eu não poderia suportar coisas tão menores? Não faria sentido para mim manter estas phoenix´s aqui no blog, se eu não pudesse me refazer de simples atribulações.

Estou cansada. Estou sem tempo. Mas estou correndo atrás dos sonhos sonhados a dois e tenho todo apoio do meu amor. Sou muito feliz!

É isso.

15 comentários:

Jão disse...

O cansaço é ate prazeroso quando não se tem medo de encarar os desafios e arriscar na tentativa de melhorar as coisas.


Força ai que o futuro irá recompensar.


Beijos

.:*Aline*:. disse...

Olá Thais! Nossa, como te entendo. Tenho q me virar em mil: ir pra faculdade, reunião de filho na escola, ensinar tarefa dele, trabalhar, cuidar da casa, do marido.. isso sem falar da TPM danada q me visita todos os meses. Totalmente compreensível. Mas tenha forças q tudo se resolve, como vc mesma disse, o esforço valerá muito no futuro.
Adorei a sua visita, viu?!
Bjus

Caesar Moura disse...

Amiga, quanto tempo sem postar e consequentemente quanto tempo sem passar por aqui e ainda assim estamos - como na maior parte do tempo - em estado de espírito tão semelhante. Mas cá entre nós, estar cansado em boa companhia faz toda diferença, né? Tô contigo! Beijo grande!

PS: Adorei o clima "vou escrever um livro que vai virar filme" do novo template do blog... Rsrsrsrs

Paula Li disse...

Oi Taís, acho que o importante da vida é isso mesmo. Saber que tudo é passageiro e que a vida requer alguns sacrifícios.
E mais tarde, você vai olhar para trás e verá o quanto sua vida foi produtiva e que valeu a pena o esforço.
Bjs

Sandro Ataliba disse...

Olhando tudo de tão perto, fico com pena de você. Eu, no seu lugar, não teria metade dessa energia. E esta é só mais uma das características que me faz te admirar tanto.

E SIM, eu estou aqui, o tempo todo, para apoiar quando você precisar. Só a TPM que podia me dar um descanso, né!? rs

♥x!

Edson Moura disse...

Muito bom o seu desabafo Thais, aliás, esta é a verdadeira função dos blogs, ou seja, desabafar e contar nossas agruras para nós mesmos e daqui há alguns anos, relermos e dizermos: Superei tudo isso.

Seu belo texto me deu uma idéia de poema, vou escrevê-lo agoa e gostaria muito que você lêsse lá no "Poesia para a Filosofia"

Ps. Lute pelos seus sonhos, e nunca...neunca os despreze.

Abraços querida!

Flávia disse...

às vezes temos problemas que achamos ser os maiores do mundo, mas se olharmos para o lado veremos que não é nada perto de quem passa fome, quem não tem onde morar e atualmente quem está no meio da tragédia japonesa. Espero que resolva seus problemas e dificuldades.
:*

Flávia disse...

Tem um selo pra você lá no blog!
:*

http://sonhoseumpoucodenostalgia.blogspot.com/

Ana SS disse...

o bom da vida é isso:
sobrar um resto alegre, apesar dos pesares..

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Querida Thaís,

Que saudade de vir aqui!
Ainda continuo sem tempo e clima para postar muitas coisas, mas às vezes preciso navegar e blogar um pouco para distrair sabe? O clima daqui obviamente está super pesado. Sofro muito ao ver esta nação sofrendo assim.

Você mencionou a tragédia do Japão dizendo que não podemos ficar reclamando de coisas tão pequenas. E concordo com você amiga.
Com certos fatos da vida vamos aprendendo a dominar o nosso cansaço e "treinando" reclamar menos.

Claro que isso é difícil, somos humanos e temos as nossas recaídas, aqueles repentes de reclamar e bater o pé.

Vamos reclamar das coisas realmente importantes. Vamos exercitar isso durante a vida. Achei super bacana a sua reflexão.

Um beijo querida!
Adoro vc! Saudades...

ps.: ah! quanto ao calote, por mais que voce precise do dinheiro, fique tranquila porque quem fica com qualquer coisa alheia, sempre acaba perdendo depois. O que é do homem o bicho não come. rs

Dave disse...

Poxa, Thaís, é foda!

Força, viu? Que Deus te ajude a conseguir resolver tudo isso da melhor maneira possível, e que tudo acabe bem.

Beijo!

CARLA STOPA disse...

Mulher de garra vc.Te admiro mais ainda. E adoro saber do teu carinho sempre...Inunde-se mais ainda dessa vida que vc tem, inunde-se de poesia e continue...Siga...E saber que não está só é o melhor de tudo.Grande abraço...Força...O melhor de Deus ainda está por vir...Confie nisso.

Geni Laís disse...

não te preocupas :) quando precisar desabafar - como agora - faça-o! sempre será lida e compreendida por alguém.

Quel disse...

Ah, eu sei como é quando o cansaço faz tudo parecer pior... Nada como um boa noite de sono pra renovar as forças!

Eu to mais ou menos assim também. A hora de plantar é sempre muito dificil, trabalhosa, a gente fica o tempo todo pensando nas outras coisas bos que podiamos estar fazendo e nao estamos. Em tudo que podia ser, e não é.

Mas como voce mesmo disse, um sacrificio hoje, por algo melhor amanha! Correr atras dos sonhos.

Boa sorte! Beijos!

Anล Kลtเล disse...

Ahhhhhh Thaís querida, muita calma nessa hora! Reclamar faz parte sim, caramba, ninguém é de ferro e faz muito mais parte reagir (é o q vc mais faz). Que vc consiga colocar tudo em ordem aí! Muita força, muita coragem e para a TPM tome óleo de Prímula que vai te ajudar!
qto. ao japão, a luta deles continua... Vamos torcer para q eles consigam resolver os problemas das usinas e se reergam.
Bjocasssssssss...