domingo, 20 de fevereiro de 2011

Seja o líder do bando!

Cesar Millan - O Encantador de Cães

Hoje, aparentemente eu vim falar sobre cachorros. Mas não é só isso, eu vim falar sobre energia, sobre uma maneira de viver. Então, quem não gosta de cachorros, fique à vontade e pode ler também...rs

Há algum tempo, meu marido e eu assistimos o programa "O Encantador de Cães", onde o impressionante Cesar Millan mostra como reabilitar cães problemáticos e tornar sua vida mais fácil com seu animal de estimação.

Sim, começamos a assistir porque eu sou uma apaixonada por cachorros, e meu marido assistia casualmente, porque eu queria ver. Acontece que com o tempo, ele também foi se interessando mais e mais pelo programa. E, ele que nunca teve um animal de estimação e que tinha certa resistência em ter um cachorro que transitasse dentro de casa, como eu quero quando construirmos nossa casa, passou a ver que esta é uma idéia totalmente possível, e que tudo depende de como nós vamos agir.

Para não fugir do foco, vou entrar logo no assunto, que eu inclusive já abordei aqui outras vezes. Tudo se trata de energia. Cesar Millan o tempo inteiro deixa isso claro em seus programas e o que ele faz na frente das pessoas parece mágica, mas está totalmente ligado à energia que ele tem, que ele passa. Os animais sentem isso instantaneamente. O que nós pessoas não percebemos é que também sentimos. Nós também reagimos aos ambientes, à energia ao nosso redor. Nem sempre as coisas precisam ser expressadas verbalmente para que nos afetem.

O que eu estou tentando dizer aqui hoje é: seja uma energia calma e transformadora. Eu já praticava a energia dos meus pensamentos na minha vida e já acreditava que eu atraía aquilo que eu emanava também. Mas, aprendendo com o Cesar, eu vejo o quão instintivos nós também somos, e muitas respostas não demandam tempo, são instantâneas. Até brinquei com o meu marido ontem, dizendo que quando discordarmos em algo e vermos que vamos brigar porque a nossa energia está agitada, a um passo de ficar agressiva, que é melhor pararmos, voltarmos e fazermos tudo de novo quando estivermos "calmos e submissos" (bordão do César). E é exatamente isso o que ele faz com os cachorros. Não estou aqui chamando ninguém de cachorro, mas nós também fazemos parte da natureza, também somos seres dotados de instinto, com a diferença de que não precisamos de ninguém nos guiando para nos dar a energia certa. Nós mesmos podemos gerá-la, podemos nos controlar e passar isto para as pessoas. Se você começar a praticar, vai ver como a paz vai estar mais presente no seu dia-a-dia, como você conseguirá mudar ambientes tensos para ambientes tranquilos com a sua presença cheia de energia calma.

O Cesar diz que devemos ser líderes de bando. Eu acho que é bem por aí, se mantivermos sempre esta energia calma, firme, geramos confiança, não só nos animais, mas nas pessoas também, e nos tornamos referências.

Acredito que o Cesar está onde está, depois de tudo que já passou na vida, justamente porque faz disso uma filosofia de vida. E coisas boas acontecem àqueles que emanam coisas boas.

Eu quero ser uma líder (no bom sentido e não no sentido de poder). E você?

É isso.

14 comentários:

Sandro Ataliba disse...

Tudo a nossa volta é energia. Pensamento é energia. Movimento gera energia. Viver a vida gastando energia é desperdício.

O mundo todo falando em energias alternativas, e ninguém se preocupando com sua própria.

Amo demais!

Aline disse...

meu sonho é conseguir ensinar tudo o que o Encantador faz com a minha cachorra.. mas infelizmente quem é lider é ela =/

bjos

Vanessa Souza Moraes disse...

Não gosto de cachorro, mas é uma história interessante.

Jão disse...

Quando li o livro "O Segredo", tive essa mesma resposta, agente recebe de volta aquilo que emana pro universo.

Boa reflexão..

Beijos!

Fernand's disse...

é bate e volta sem a menor sombra de dúvida... somos munidos e conduzidos por energias. o segredo é concentrar-se nas boas.



=)
bjsmeus

Anล Kลtเล disse...

Adoro esse programa!
Sempre amei cachorros mas os tinha no quintal... Depois, bem depois, começamos a ter cachorro dentro de casa, mas aí tivemos que nos mudar para um apê e demos nossos dogs (do quintal e o q ficava dentro de casa). Mais um tempo depois meu pai arrumou uma doguinha e agora minha irmã arrumou outra... hiperativa! Eqto. meus pais estavam aqui, blz! Mas aí nasceu o baby da minha irmã q mora em outro estado e eles foram pra lá deixando minha irmã e eu cuidando das doguinhas... sim, começou o terror! Semana passada comecei a ler Adestramento Inteligente - Alexandre Rossi (Dr. Pet) q fala exatamente sobre isso: para termos controle da situação, dos dogs, etc, devemos ser o LIDER DA MATILHA... E foi só eu tomar essa posição com minhas ações q os resultados estão começando a surtir efeito... mas, não é fácil... é preciso amor, dedicação, paciência, auto-controle, ser auto-didata e também ensinar as pessoas como agirem para o dog não ficar perdido... E a vida da gente não é assim tb? Pois é... Para que tudo dê certo a gente tem q ser lider, o q não implica em mandar em ninguém como a maioria pensa, e sim se dedicar, agir, fazer, tomar as rédeas e fazer as pessoas prosperarem com vc... é isso aí!!!
é engraçado como sempre q venho aqui acho alguma coisa q bate exatamente com o momento em que estou vivendo... =DDD Bjocassssss...

CARLA STOPA disse...

Oi Thais...Estou aqui contigo...Parabéns pelo espaço...Grande abraço.

Sam disse...

"A vida é um eco, se não está gostando do que está recebendo, preste atenção naquilo que está emitindo"

Bela reflexão.

Meu carinho e um beijo pra vc!

Gisley Scott disse...

Ser líder significa passar aos outros o nosso aprendizado, o que nos faz aprender 2x mais :)! - os cachorros são animais sensíveis mesmo, como disseste, ele consegue captar essa energia...

Qdo vc fala sobre a energia... tb já tive experiências assim. Já entrei em casas de pessoas que me fez sentir uma paz e já entrei em casas de pessoas que saí de lá pior do que entrei( e não falo pq teve briga ou coisa assim) é a coisa da energia mesmo..

Sempre que vamos à Starke, eu tenho esse bad feeling...A cidade é estagnada,parece uma cidade fantasma, sei lá, algo tão mórbido... parece uma cidade-cemitério de zumbis... Estou feliz que agora moro na civilização,rs...

Bjos

Naty Santos disse...

Gosto muito de cachorro,incluseive tenho um,da raça akita,é uma raça linda e dócil, porém seu temperamento é complicado,rsrs.Ele não aceita ordens e é cheio de vontades próprias,mais eu o amo demais.Estou te seguindo.Beijos.

Rê Lopes disse...

Tudo a mais pura verdade!
Eu não tinha visto ainda o novo visual do blog, nem preciso dizer que me identifiquei demais por motivos óbvios, né?
Amo vc irmã!

Dayse Sene disse...

Eu já sou lider do meu bando. Normalmente transmito muita paz...não gosto de brigas, nem de discussões quando estou nervosa, por que saio do meu normal. Aprendi a ter calma com as coisas e a aceitar as pessoas como elas são. Aprendi aceitar os problemas que me vêem, e ultimamente ando tirando proveito disso.
Onde estou, sou bem querida, quem me conhece pessoalmente fica disputando a minha presença e ai acho um jeitinho de atender a todos que me querem bem...e quem não me quer bem, acho que é devido a má energia que emanam delas, (risos), não de mim. Sou zen, muito zen...e adoro amar as pessoas, adoro dar carinhos.
Isso aprendi ao longo dos meus 55 anos e bem mais depois da minha separação.
E só para dizer como realmente aprendi a ser líder do meu bando, separei do maridão, mas somos super amigos e nos adoramos como pessoas.
Uma noite linda e um carinho para minha amiga linda sumidinha.
Saudades.
Beijinhos.

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Oi Tatá, tudo bem flor?
Nossa, que saudade mesmo hein! Está cada vez mais complicado blogar, a nossa viagem está chegando e ainda tem tantas coisas a fazer... agora mesmo eu deveria estar usando o pc para outra coisa e... cá estou! rsrsrs

Thais, eu acredito piamente que o nosso estado de espírito e mente atrai tem o poder de atrair coisas boas ou ruins.

Quantas e quantas vezes, sem conhecer a pessoa, já sentia uma coisa estranha que não sabia nem nomear...

Quantas e quantas vezes já entrei num lugar e senti aquele ambiente "pesado"...

A gente sente sim, assim como os animais. Meu marido costuma dizer que quando uma pessoa gosta ou não gosta de um cãozinho, ele sente na hora, mas não é como a gente que fala né? Mas sente sim.

E por falar nisso, espero um dia assistir a este programa. Passa em qual canal?

Um beijo querida!!
:)

Marionete Sagaz disse...

Entendi a mensagem, também quero ser líder. Agora, do ponto de vista canino somos (todos aqui em casa) um verdadeiro fracasso he he.

Certa vez “inventamos” de criar um Pastor Alemão (para nosso azar hiperativo) como se fosse um Chihuahua! Sempre que queríamos exercer a liderança fazíamos com taaaaanto mimo que irritava até o bichinho!

Felizmente ele encontrou um lar com “pais de vergonha”. :-D