segunda-feira, 1 de setembro de 2014

De volta à vida

Já deixei todos os vícios, artifícios e a ilusão
Já não tem cerveja na mesa
Certeza, incerteza
Uísque, cigarro ou religião
Não tem night divertida
Que me traga amizades
Nem nenhuma grande ferida
Que me tire de vez a sanidade
Não tem joguinho de amor
Nem promessa de prosperidade
Agora é só preto no branco
É banho de realidade
Já esqueci todos os "se"
E fiz um ou outro desaperto de mão
Só eu sei quanto eu perdi
E o quanto isso me custou
Mas minha alma nunca esteve a venda
Nem por dinheiro, nem por sermão
E com isso estou de volta à vida
Esperando que um dia ela volte pra mim.

Um comentário:

Dayse Sene disse...

Boa tarde querido (a)!
Meu Blog está sendo transferido para outro local, já faz algum tempo...
Gostaria que se já é meu seguidor no meu blog CoNSTRuiR mais antigo, que venha me seguir, se assim desejar, nesse novo endereço, porque futuramente sairei deste que estou... Muitos que sigo, já foram transferidos para lá...Mas as pessoas que me seguem ainda não se transferiram.
Você poderá me seguir no novo endereço?
Meu abraço!
Dayse Sene
Blog CoNSTRuiR
Novo endereço: http://construir.daysesene.com/

Obrigada!